Empresas oficializam doação de 1.000 câmeras à Prefeitura de São Paulo

Equipamentos doados por ZTE e AmericaNet serão utilizados no City Câmeras, plataforma de monitoramento da cidade. Atualmente, o programa conta com 2.176 aparelhos instalados em várias regiões.

ZTE e AmericaNet oficializaram na quarta-feira (17/10) a doação de 1.000 câmeras à Prefeitura de São Paulo. A parceria já havia sido divulgada em março e, os equipamentos, com valor estimado em R$ 152.751,68, serão integrados ao sistema de monitoramento da cidade por meio do projeto City Câmeras. Atualmente, o programa conta com 2.176 aparelhos instalados em várias regiões.

“As parcerias com empresas privadas são importantes para a Prefeitura, porque resultam em bem estar e benfeitorias para a população”, disse o prefeito Bruno Covas.

Os itens de última geração têm iluminação de infravermelho de 30 metros, resolução de 1 mega pixel, alimentação tipo POE, proteção para ambientes externos com certificação IP-67, dois streamings de vídeo com padrão de compressão de vídeo H264+.

O site https://www.citycameras.prefeitura.sp.gov.br/ reúne imagens de todas as câmeras conectadas ao sistema. Elas podem ser acessadas diretamente pelos distritos policiais, batalhões da Polícia Militar e Guarda Civil Metropolitana (GCM), garantindo mais agilidade nas ações de prevenção e combate ao crime e contribuindo nas investigações.

Os dados de todas as câmeras ficam registrados por até sete dias em banco de dados do tipo nuvem, o que contribui também na investigação de crimes. “A finalidade é combater a prática do crime na cidade. É importante ressaltar também que não há custo algum aos cofres públicos. Portanto, um programa que conta com tecnologia, parceria, participação de todos e benefício para a sociedade”, explicou o secretário municipal de Segurança Urbana, José Roberto Rodrigues de Oliveira.

“Nossos esforços estão centrados na construção de uma São Paulo cada vez mais moderna, inteligente e digital. A parceria com a ZTE é uma contribuição relevante neste sentido”, complementou o secretário de Inovação e Tecnologia, Daniel Annenberg.

O sistema também permite o monitoramento do patrimônio público como hospitais e escolas, além de grandes vias de circulação de pessoas e automóveis, como pontes, passarelas e avenidas, por meio de câmeras externas de condomínios, fábricas e empresas.

O prefeito Bruno Covas ressalta a importância para a capital de parcerias com as empresas e se coloca à disposição de outros representantes da iniciativa privada que desejarem contribuir com a cidade.

Como aderir ao programa

Qualquer cidadão pode aderir ao programa, entretanto é preciso verificar se as câmeras atendem a certos requisitos técnicos que garantam qualidade das imagens, capacidade de envio e compartilhamento na rede de monitoramento da Guarda Civil Metropolitana. Também é necessário um link de acesso à internet.

Dados Técnicos
Câmera com resolução 720p – 1 Mega Pixel – 12 fps

É necessário o uso de câmeras com tecnologia HD e transmissão mínima de 12 fps (frames/fotos por segundo).

Protocolo RTSP
RTSP é o protocolo de comunicação utilizado nas câmeras e gravadores.
É necessária a contratação de uma plataforma de gravação em nuvem, disponível no mercado (com gravação mínima de 7 dias). Após adquirir o material, basta fazer o cadastro no site e inserir o IP do equipamento.

 

Com informações da Secretaria Especial de Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *